Tudo sobre a CRF 450

No ano passado, a Honda redesenhou totalmente a CRF 450 R 2013, mas para 2014 a marca Honda fez pequenas melhorias para tentar tornar a moto uma vencedora de vendas entre as concorrentes. A Honda passou a trabalhar nas portas de admissão e escape com o objetivo de alongar a porta de escape e ampliar a porta de entrada e, além disso, adicionar um novo sistema de injeção de combustível PGM-FI de dupla cronometragem, redesenhou os amortecedores internos e as novas válvulas para a bifurcação de ar KYB PSF.

crf 450

Na pista, o piloto pode sentir as pequenas mudanças na portabilidade e pegada da moto. Os pilotos de testes notaram uma melhor resposta do acelerador e melhora na capacidade de sair de buracos em barrancos, isso foi melhorado em relação ao modelo de 2013 também.

A CRF 450 R 2014 ainda não parece como um foguete na pista, mas ela tem um pouco mais de controle pelo piloto, com um poder suave. Esta nova sensação é realmente convidativa para um intermediário ou “alguém que ainda não tem muito o ritmo de corrida” dos pilotos mais experientes.

Se você está procurando uma potência de cavalos a lá Kawasaki, você não vai encontrar isso com um motor Honda. Sendo uma moto não tão poderosa, ela ainda assim pode puxar bem e pode fazer você ter uma boa experiência dentro da pista, provavelmente mais rápida do que você esteja acostumado à manipular em outros modelos de motos.

Surpreendentemente, por ser um motor bastante suave, a CRF 450 R tem uma boa aceleração. A moto pode ser deixada em terceira marcha praticamente em todos os lugares na pista e isso é um plus para qualquer modelo! Mas, se você quer deixá-la em segundo, fica tudo bem também.

crf 450

Sim, ele ainda tem o garfo de ar. É melhor do que o do ano passado? Na verdade, não, não é.

No geral, a CRF 450 R 2014 ainda é uma moto muito divertida e fácil de andar. Nenhuma das alterações mudou radicalmente a moto.

O motor teve alterações mínimas. Basicamente, ele recebeu um novo cabeçote com portas de admissão e escape remodelados. Os amortecedores duplos apresentam um novo divisor de Y para um melhor fluxo e a Honda também mudou para “dual-timing” a injeção de combustível. Não deve ser confundido com injetores duplos, o novo sistema emprega um único injetor que pulsa duas vezes para uma melhor atomização do combustível, o que resulta em respostas de aceleração mais nítidas. A entrega de potência ficou mais agressiva do que no modelo do ano passado, mas a nível geral, está quase a mesma coisa.

Mesmo que não tenha ocorrido muitas mudanças substantivas para a Honda CRF 450 R 2014, a moto ainda está um pouco melhor de modo geral. Uma facilidade de manuseio, ágil e rápido, dá ao piloto um controle máximo, enquanto a suspensão atualizada melhora a confiança na hora de andar nela.

A Honda CRF 450 tem um grande conjunto para uma moto da estrada.

O motor deste bebê é capaz de dar uma boa acelerada sem produzir muitos problemas, e o melhor de tudo? Sem fazer seus ouvidos explodir.

A experiência de condução é dura, precisa e calculada e, felizmente, não é influenciada por cada solavanco que você possa encontrar pelo caminho.

No final, você certamente vai ficar impressionado com o equilíbrio perfeito que os técnicos da Honda conseguiram encontrar para fazer a moto perfeitamente adequada para uma grande variedade de pilotos e condições.

A CRF 450 é ótima para todo e qualquer tipo de motoqueiro e deixará você com um estilo à mais, andando com essa belezinha por aí! Até a próxima!

1 comentário para “Tudo sobre a CRF 450

  1. luis calacio marques
    4 de dezembro de 2015 at 19:12

    Me da uma crf450 para eu participar no Enduro 2016

Atenção antes de comentar

  • Verifique se a sua pergunta já foi feita por outro visitante. Não respondemos perguntas duplicadas.
  • O prazo médio para respondermos é de 7 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *