Como montar uma moto de trilha

Você quer muito ter uma moto de trilha, mas não sabe por onde começar? Se compra uma nova, usada já pronta para fazer trilha ou monta você mesmo a sua e deixa personalizada?

Uma moto para trilha, não necessita ter grandes modificações, só é preciso realizar alterações para adaptá-la à trilha, deixando-a confortável e segura, para manter você o máximo possível seguro.

Portanto, você pode optar por comprar uma moto de segunda mão, um pouco mais antiga e depois adaptá-la para fazer trilha. Como por exemplo uma Yamaha DT 200, ou DT 180, uma NX 150, entre outras interessantes que existem no mercado.

Se você quer ter sua moto de trilha, gosta do esporte, mas não tem sua moto de trilha por receio de gastar muito, neste artigo você confere algumas dicas de como montar uma moto de trilha e o melhor, sem gastar muito!

Motorbike

Escolha a moto

Para começar, é preciso escolher uma moto. A primeira coisa que surge em nossas mentes, quando falamos em fazer trilha de moto, são aquelas paisagens lindas de montanhas, natureza, muita lama, longas estradas de chão e muita poeira, não é mesmo?

Por esses e outros motivos, quando comprar sua moto, lembre-se que vai precisar realizar manutenções periódicas, devido à exposição nesses locais.

Para caber no seu bolso, avalie as opções mais em conta na hora da manutenção, normalmente motos importadas possuem preços elevados de manutenção, além de peças em escassez, por serem importadas a reposição pode ser lenta e você acabar ficando um bom tempo sem sua moto.

Busque alternativas que facilitem sua vida, preços justos e de boa qualidade.

Já as motos nacionais, podem ser uma boa opção quando falamos de manutenção e reposição de peças, mas perdem para algumas motos importadas na questão tecnológica. Porém, acredito que no momento é a melhor opção para você.

Dicas para montar uma moto de trilha

Após decidir e comprar sua moto, vamos iniciar a montagem dela. Confira todas as dicas:

  • Retire alguns acessórios e equipamentos, como por exemplo: Lanternas, faróis, guidão, pedaleiras, painel de instrumentos, retrovisores, coroa, pneus, punho de luz, paralamas. Retire e guarde tudo em um local seguro;
  • Prolongue a suspensão dianteira, é preciso colocar um pouco de óleo para deixá-la mais firme, para ajudar a sustentar o impacto na hora que fizer trilha;
  • Troque os pneus e mantenha uma rotina de troca, afinal os pneus desgastam muito e os rolamentos, por sofrer grande impactos, durante a trilha;
  • Realize a manutenção na caixa de direção, é preciso avaliar a necessidade de lubrificá-la, se existem folgas, se tiver folgas é preciso trocá-la;
  • Troque as pastilhas dos freios. Motos de trilha, acumulam muita poeira, lama. Por isso é bom optar por freios de discos por ser mais seguro, diminuir as falhas de frenagem e são mais fáceis para realizar a limpeza, do que os freios de motos convencionais;
  • Troque o pinhão original, por um de 13 a 14 dentes. Que possua uma coroa mais reforçada;
  • Troque a corrente original, por uma mais resistente;
  • Realize a troca do filtro de ar, de preferência por um de espuma;
  • É fundamental, verificar se a moto já contém o protetor de motor, caso não tenha coloque-o;
  • Troque o protetor de guidão por um de espuma;
  • É importante ter farol para trilha na sua moto;
  • Troque os paralamas traseiro e dianteira, por um off Road.

Que essas dicas deixem sua moto de trilha eficiente para você realizar boas aventuras! Lembre-se caso você não tenha conhecimento suficiente, para realizar essas trocas, é fundamental contratar um profissional, para não comprometer a qualidade e os equipamentos de sua moto, além de correr riscos de quebras indesejadas, comprometendo sua segurança.

Ainda temos um vídeo com todo processo de montagem de uma Honda NX 200, confira:

Um comentário em “Como montar uma moto de trilha

  • 14 de dezembro de 2015 em 10:32
    Permalink

    ola e possivel colocar uma suspensao central como a de uma broz em uma titan 150 tenho ela pra trilha como faco.grato c ajudarem

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *